Followers

Vestimentas vikings tinham estampada a palavra ‘Allah’, em árabe

12 out, 2017
497 Shares 1930 Views

Enquanto escavavam sepulturas da Era Viking em Birka, Suécia, arqueólogos da Universidade de Uppsalla se depararam com uma surpresa: as palavras “Allah” e “Ali”, em árabe, estavam estampadas em vestes de seda enterradas com seus donos.

A revelação, segundo a líder da pesquisa, a arqueóloga têxtil Annika Larsson, indica os vikings podem ter sido influenciados pelo Islã, mesmo se não chegaram a se converter. Eles aceitaram “a ideia de uma vida eterna e paraíso após a morte“, afirma.

“No Corão, está escrito que os habitantes do paraíso usam roupas de seda com as inscrições. Isso possivelmente explica o aparecimento generalizado da vestimenta em diversos túmulos”, diz Annika.

Allah, não é mistério, é o nome de deus para os islâmicos. Quanto a Ali, é o nome do genro do Profeta Maomé, assassinado em 661 durante uma guerra civil.

Esta não é a primeira vez que arqueólogos se deparam com algo do tipo. Em 2015, pesquisadores suecos da Universidade de Estocolmo, encontraram anéis vikings do século 9 com a inscrição “Por Alá” ou “Para Alá”.

Os vikings toparam com os islâmicos à oeste, em suas incursões contra a Península Ibérica, na qual saquearam e fizeram escravos – que podem ser a origem desse sincretismo. E também na sua colonização por terra a leste, fundaram a Rússia e chegaram ao Império Bizantino, conhecendo os turcos.

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.