no ,

Qual foi o filme mais perigoso do mundo?

filme mais perigoso do mundo
filme mais perigoso do mundo

Você sabe qual o filme mais perigoso do mundo? O nome dele é Roar e muita gente não o assistiu. Entretanto, depois do fim desse texto, você provavelmente se perguntará: “Quem permitiu que isso fosse gravado”?

Roar é um filme de 1981. No Brasil, o título do filme foi traduzido como “Homens e feras” e a obra é basicamente sobre isso: homens que vivem com feras. Mais precisamente se trata de uma família que vai viver em uma área de preservação. Essa decisão é tomada pelo pai que é um especialista em vida selvagem. Entretanto, tudo se complica quando os leões começam a brigar para ver quem é o líder do bando. 

A cena da foto acima pode ser vista aqui.

A obra foi dirigida por Noel Marshall que, além disso, é o ator principal do filme. Boa parte do elenco é formada por membros da família do diretor e a situação foi realmente perigosa, dando a Roar o título de filme mais perigoso do mundo. 

Por quê esse é o filme mais perigoso do mundo?

Segundo um dos filhos do diretor “É surpreendente que ninguém tenha morrido”. Isso é uma realidade, mas isso não significa que as pessoas tenham saído ilesas. Muitos membros da equipe sofreram ferimentos e alguns foram graves. 

Cena do filme “Roar”

Para a preparação do filme, o diretor levou um leão para viver em sua casa. Depois de alguns anos, ele chegou à conclusão de que o animal estava acostumado  com humanos e, portanto, preparado para a gravação de um filme. 

Além desse leão, foram utilizados mais 149 animais selvagens. Um anúncio publicitário lançado na época dizia “Nenhum animal foi ferido durante as filmagens; 70 membros do elenco e equipe foram”.

Durante as gravações de Roar muitas coisas graves aconteceram. Nós podemos citar que a esposa do diretor, Tippi Hedren (atriz de Os Pássaros) teve uma perna quebrada e profundos machucados na cabeça. Além disso, Noel Marshall precisou ser hospitalizado com gangrena por causa de diversos ferimentos causados pelos animais. 

A filha do casal,  Melanie Griffith precisou levar 50 pontos na cabeça depois de ser mordida por um leão. 

Entretanto, talvez o caso mais grave tenha sido o do diretor de fotografia Jan de Bont que teve o escalpo arrancado e precisou passar por cirurgia, além de levar 220 pontos.

 O filme foi um fracasso de bilheteria e deu origem – anos mais tarde – a um documentário chamado Roar: Behind the Film.

Curiosidade 

Antes de encerrar esse texto, quero compartilhar uma curiosidade com vocês. A atriz Dakota Johnson é neta de Tippi Hedren e filha de Melanie Griffith. Em uma entrevista para o “The Graham Norton Show” ela afirmou que a avó de 90 anos vive com cerca de 14 tigres e leões. 

Por isso, acho que é justo dizer que a atriz ainda não aprendeu muito sobre a importância de manter esses animais soltos e em seu habitat natural. Afinal, não são gatinhos.

O que você acha?

Comentários

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
gato preto com olhos laranjas

Gato preto com olhos laranjas parece estar preparado para o Halloween

Mãe reforma o quarto das filhas para que cada uma tenha seu espaço pessoal