no

Perfil no Linkedin: dicas básicas de como melhorar o seu

Perfil no Linkedin
Perfil no Linkedin

Perfil no Linkedin

Há muita gente desempregada no Brasil. Hoje em dia a internet é quase fundamental para a maioria das áreas de atuação existentes. Por isso, ter um bom perfil no Linkedin pode ser o diferencial que você precisa para conquistar uma vaga. 

O Linkedin é uma rede social. Mas, diferente das tantas outras que existem, é voltada para o mundo profissional. Portanto, você precisa pensar nos conteúdos para o seu perfil do Linkedin de forma exclusiva. Afinal, ele não precisa – e muitas vezes nem deve – ser preenchido com assuntos da sua vida pessoal. 

Aliás, você pode ver o seu perfil no Linkedin não apenas como uma rede social, mas também uma extensão do seu currículo. Nesse espaço você deve acrescentar as mesmas informações do CV, mas pode (e deve) colocar muito mais do que isso. 

Pense na sua foto de perfil no Linkedin

Qual foto você acrescentaria ao seu currículo? Essa é a imagem que deve ser utilizada para o perfil no Linkedin. É importante pensar em imagens que deem a ideia de que sua postura profissional é comprometida. Além disso, não deixe de escolher uma foto bem nítida.  

Escolha uma boa imagem de capa do seu perfil no Linkedin

Assim como em outras redes sociais é possível acrescentar uma imagem de capa. Mas é importante que você escolha uma foto com boa qualidade e que passe a mensagem que você deseja comunicar. 

A ideia da imagem de capa é sempre tornar o seu perfil mais atrativo. A foto escolhida pode ser algo que represente a sua área de atuação ou uma foto tirada em um curso que você tenha participado. Além disso, você pode escolher algo que seja o seu sonho!

Só use imagens que tenham sido feitas por você ou que sejam selecionadas em um banco de imagens gratuito. 

Não tenha pressa em escrever o resumo

O seu resumo profissional precisa chamar a atenção do recrutador. Por isso, não o escreva com pressa e sem atenção. Tenha cuidado com a forma que você escreve essa carta de apresentação e mostre que você é o funcionário que as empresas desejam. 

Para isso, não deixe de responder a questionamentos como:

  • Quem é você?
  • O que você gosta de fazer?
  • Como você se destaca perante outros profissionais?
  • O que te motiva?
  • O que te faz gostar do seu trabalho?

Escreva seu título profissional

Você trabalha com o que e qual o seu nível (estagiário, júnior, sênior)? Muitas pessoas esquecem de acrescentar essas informações em seu perfil no Linkedin. Entretanto, ela pode definir se as pessoas seguirão lendo o seu perfil.

Dificilmente alguém ficará procurando o que você faz. Por isso, é fundamental que essa informação esteja colocada bem à vista de todos os que visitarem a sua página!

Não se esqueça de acrescentar suas experiências

Coloque suas experiências profissionais. Assim como no currículo é sempre importante começar pelas mais recentes. Não deixe de colocar uma descrição a respeito do que você fazia em cada um desses trabalhos. 

Cuidado com o português

Erros de português e gírias são amplamente aceitos em redes sociais. Mas lembre-se que o Linkedin não é uma rede social qualquer, mas sim um ambiente voltado para o mercado de trabalho. 

Por isso, é fundamental que você tenha cuidado com a forma como você escreve. Mostre para os recrutadores que seu português é impecável. 

Participe de grupos de discussão, mas não de brigas

Existem vários grupos e posts nos quais você pode participar de discussões. Isso é muito importante para fazer com que as pessoas te conheçam. Além disso, é um ótima oportunidade para mostrar os seus conhecimentos a respeito da sua área de trabalho. 

Entretanto, tenha cuidado! Evite participar de brigar pela rede social e nunca perca a compostura. 

O que você acha?

Comentários

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Cringe: Entenda a expressão que tomou conta da internet

Hábitos de higiene

Hábitos de higiene que todo mundo deve ter