no

Como parar de pensar demais em tudo

Pensar demais pode causar sérios problemas emocionais e acabar com a sua saúde mental.

Pensar em algo o tempo todo em círculos intermináveis ​​- é realmente exaustivo.

Todas as pessoas pensam demais em algumas coisas DE VEZ EM QUANDO. Mas pensadores crônicos passam a maior parte do tempo acordados ruminando, o que pressiona a si mesmos. Nesta hora é comum que eles confundam essa pressão com estresse.

Pensar demais pode assumir várias formas: deliberar sem parar ao tomar uma decisão (e depois questioná-la), tentar ler mentes, tentar prever o futuro, ler os mínimos detalhes, etc.

As pessoas que pensam constantemente em seus comentários, criticam e separam o que disseram e fizeram ontem, ficaram aterrorizadas com pequenos erros – e se preocupam com um futuro terrível que pode esperar por elas.

Como parar de PENSAR DEMAIS

O “E se” e o ‘eu deveria’ dominam seus pensamentos, como se um júri invisível estivesse julgando suas vidas. E eles também sofrem com o que publicar online, porque estão profundamente preocupados com a forma como as outras pessoas interpretarão suas postagens e atualizações.

Então eles não dormem bem porque pensar e se preocupar os mantém acordados à noite. Os pensadores crônicos repassam repetidamente os eventos, fazendo grandes perguntas: por que isso aconteceu? O que isso significa? Mas nunca encontram respostas.

Se você se concentrar constantemente nos pensamentos e criar um hábito, ele se tornará um laço. E quanto mais você o faz, mais difícil é parar.

Pensar demais não vai trazer a solução dos seus problemas

Para aqueles que ainda não me conhecem, estudei Ciência da computação na faculdade, e um professor meu dizia que sempre que estava parado por muito tempo em um mesmo problema, ele se levantava e ia tomar um café. Quando ele retornava depois de algum tempo de descanso e com a cabeça mais tranquila, ele rapidamente encontrava o erro.

Pensar demais é destrutivo e mentalmente desgastante. Pode fazer você se sentir preso em um só lugar e, se você não agir, pode ter um grande impacto no seu dia-a-dia. Pode colocar rapidamente sua saúde e bem-estar total em risco. Em um pequeno resumo, pensar demais te torna mais suscetível à depressão e à ansiedade.

Pensar demais pode prender o cérebro em um ciclo de preocupações. Quando a ruminação se torna tão natural quanto a respiração, você precisa lidar rapidamente com ela e encontrar uma solução para ela.

Como derrotar esse padrão de pensamento e recuperar sua vida

A preocupação crônica não é permanente. É um hábito mental que pode ser quebrado. Você pode treinar seu cérebro para encarar a vida de uma perspectiva diferente.

Para superar o excesso de pensamento, a primeira dica é: substitua o pensamento.

Você sabe assim como eu que ficar tentando não pensar DEFINITIVAMENTE não vai resolver os problemas. Quanto mais você coloca na cabeça que não quer pensar, mais vão chover pensamentos.

Fale consigo mesmo, percebendo quando você está preso em sua cabeça. Você pode domesticar seu hábito exagerado se começar a controlar sua conversa interna – a voz interior que fornece um monólogo contínuo durante o dia e até a noite.

Ressignifique seus pensamentos e lembre de ser sempre gentil com você mesmo.

Use sua habilidade de pensar contra sua própria habilidade de pensar muito

Você pode cultivar um pouco de distância psicológica gerando outras interpretações da situação, o que torna seus pensamentos negativos menos críveis. Pergunte a si mesmo – Qual é a probabilidade de que o que eu tenho medo realmente aconteça? Se a probabilidade for baixa, quais são os resultados mais prováveis?

Isso é chamado de reestruturação cognitiva, e acredite: FUNCIONA!

Se você estiver pensando em um problema, reformule o problema para refletir o resultado positivo que está procurando.

Encontre uma maneira construtiva de processar quaisquer preocupações ou pensamentos negativos, diz Honey. “Escreva seus pensamentos em um diário todas as noites antes de dormir ou logo de manhã – eles não precisam estar em nenhuma ordem. Faça um ‘despejo cerebral’ de tudo que estiver em sua mente na página. Às vezes, isso pode proporcionar uma sensação de alívio ”, recomenda Honey Langcaster-James, psicóloga.

Você também pode controlar seu hábito ruminante, conectando-se com seus sentidos. Comece a perceber o que você pode ouvir, ver, cheirar, provar e sentir.

A ideia é se reconectar com seu mundo imediato e tudo ao seu redor. Quando você começa a perceber, passa menos tempo na sua cabeça.

Você também pode perceber seu hábito exagerado e se convencer disso. Tornar-se autoconsciente pode ajudá-lo a assumir o controle.

“Preste um pouco mais de atenção”, diz Carbonell. “Diga algo como: estou me sentindo um pouco ansioso e desconfortável. Onde estou? Estou tudo na minha cabeça? Talvez eu deva dar uma volta no quarteirão e ver o que acontece.

Reconheça que seu cérebro está no modo de pensamentos excessivos e tente sair imediatamente dele. Ou melhor ainda, distraia-se e redirecione sua atenção para outra coisa que exija foco.

“Se você precisar interromper e substituir centenas de vezes por dia, ele irá parar rapidamente, provavelmente dentro de um dia”, diz Margaret Weherenberg, psicóloga e autora das 10 Melhores Técnicas de Gerenciamento de Ansiedade. “Mesmo que a mudança seja simplesmente voltar a atenção para a tarefa em questão, deve ser uma decisão de mudar os pensamentos ruminativos”.

É preciso prática, mas com o tempo você será capaz de reconhecer facilmente quando está se preocupando desnecessariamente e optar por fazer algo na vida real, em vez de gastar muito tempo na sua cabeça.

Por exemplo, converta: “Não acredito que isso aconteceu” para “O que posso fazer para impedir que isso aconteça novamente?”

Ou converta “Não tenho bons amigos!” para “Que medidas eu devo tomar para aprofundar as amizades que tenho e encontrar novas?” recomenda Ryan Howes, PhD.

E não se perca em pensamentos sobre o que você poderia ter, teria e deveria ter feito de maneira diferente. O estresse mental pode afetar seriamente sua qualidade de vida.

Uma mente hiperativa pode tornar a vida miserável. Aprender a parar de gastar tempo na sua cabeça é um dos maiores presentes que você pode dar a si mesmo.

Como todos os hábitos, mudar seus padrões destrutivos de pensamento pode ser um desafio, mas não é impossível.

Com a prática, você pode treinar seu cérebro para perceber as coisas de maneira diferente e reduzir o estresse de pensar demais.

Mas se pensar demais está arruinando sua vida e se você pensa que está entrando em depressão por causa de seus pensamentos, vale a pena obter ajuda profissional.

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Existem piscinas quentes de cerveja- em um CASTELO!

Por que as janelas de aviões são redondas?