no

O que fazer com a liberdade?

A liberdade é um sentimento que move muitos de nós.

Seja por nos sentirmos livres ou por desejarmos estar livres.

Mas a liberdade acaba se tornando um conceito tão aberto que acabamos esquecendo que até ser livre tem seus limites.

Hoje vamos falar sobre o que é ser livre e até onde você pode ser livre sem ferir o outro.

O que é ser livre?

Por definição, a liberdade está ligada a independência, já que você está livre quando não depende de outra pessoa.

Essa independência individual, em nossa sociedade, acaba sendo também relacionada a uma independência financeira.  

Isso porque o critério de não depender financeiramente de outra pessoa (dos pais por exemplo), ajuda com que se possa ser mais livre para se expressar.

Afinal, liberdade está também relacionado à possibilidade de se expressar, expressar-se de acordo com sua vontade, com seus ideais e com sua natureza.

Ser livre é vendido como algo mágico e satisfatório, e de fato pode ser.

Já que ao nos considerarmos livres podemos viver a plenos pulmões e fazer tudo que sempre sonhamos.

Mas será que é isso mesmo?

Os limites da liberdade

O conceito de liberdade é tão aberto e subjetivo que muitas vezes pensamos que ser livre é sinônimo de não ter nenhum limite.

Você já deve ter ouvido em algum lugar que “a sua liberdade termina onde começa a do outro”.

Para muitos essa frase é controversa, afinal se é livre não tem limites.

Para outros a frase até pode fazer sentido, mas é um pouco confusa.

Mas, na verdade, o que essa frase quer dizer é que a partir do momento que aquilo

que você acredita que faz parte da sua liberdade fere o outro, insulta o outro, deixa de ser liberdade.

Isso porque a nossa liberdade não pode nem deve ser usada como desculpa para legitimar a humilhação e a agressão ao outro.

Se alguém fere você imediatamente você passa a se sentir coagido, logo deixa de ser livre.

E assim é todos nós, por isso é tão importante falarmos dos limites de nossa liberdade.

Sempre lembrando que os limites não nos fazem menos livres, e sim garantem a liberdade todos.

Afinal, é sempre importante nos questionar “o que fazer com essa tal liberdade?”.

O que você acha?

Written by Lua Koepsel

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
7 de setembro

7 de setembro: curiosidades sobre a Independência do Brasil

prevenção ao suicídio

Dia de prevenção ao suicídio: o que fazer para ajudar?