Followers

O grande hobby: ex-presidentes e grandes astros que adoram o poker

06 dez, 2018
13 Shares 576 Views

O poker é uma atividade da mente que requer estratégia, pensamento e muito raciocínio. Portanto, não é necessário que o competidor seja dotado de muito porte físico para a prática desse esporte. Esse é um dos motivos que fazem com que o poker seja praticado por pessoas de qualquer idade, e um entretenimento muito querido dos famosos no Brasil e no mundo.

A lista de personalidades conhecidas — inclui até ex-presidentes — que adoram o poker não é pequena, e alguns deles vão até além dessa atividade como hobby e participam de torneios oficiais.

Há três casos recentes de famosos que conseguiram ótimos resultados no poker profissional disputando contra atletas que vivem dessa modalidade. O mais recente é o de Neymar, estrela do Paris Saint-Germain que neste ano brilhou no Campeonato Brasileiro de Poker (também conhecido como BSOP).

Na ocasião, o atacante da Seleção Brasileira disputou uma etapa do Campeonato Brasileiro de Poker em julho, e ficou com a sexta colocação de um torneio paralelo ao principal. Com isso, ele levou quase R$ 80 mil e se consolidou ainda mais como um competidor de destaque nas cartas.

“Eu fico contente de não ser só um praticante do poker, mas também um amante, e gosto cada vez mais. Acompanho muitos dos jogadores do Brasil”, disse Neymar após a etapa do circuito. “Estou muito competente, muito feliz de estar participando pela primeira vez. É uma experiência nova”, completou o craque.

Nos Estados Unidos, dito como o país com maior tradição no poker, Ben Affleck é um fã de longa data das cartas. Em 2004, o ator que já ganhou duas Estatuetas do Oscar, venceu um torneio grande na Califórnia e ganhou aproximadamente US$ 350 mil.

Para ficar com o título, Affleck precisou bater o também ator Tobey Maguire e outros quase 90 competidores. A ótima atuação de Affleck o qualificou para disputar a World Series of Poker, que é o maior circuito de poker do mundo.

Outra personalidade muito conhecida que já teve bom resultado no poker é Jennifer Tilly. Ela já foi nomeada ao Oscar de melhor atriz coadjuvante, e nas mesas tem uma carreira impressionante. Seu maior feito foi quando ela ganhou um torneio do World Series of Poker. Na ocasião, em 2005, ela venceu na modalidade No Limit Hold’em, que é a variação em que o competidor começa com duas cartas.

Celebridades internacionais como Michael Phelps, Usain Bolt, Kevin Hart, Aaron Paul, Gerard Pique e vários outros também se aventuram nas mesas de vez em quando para praticar o poker como hobby ou em competições oficiais.

“Amo o poker e espero continuar jogando até o fim da vida”, afirma Paul, um dos destaques da premiada série Breaking Bad.

No Brasil, atores como Bruno Gagliasso e Marcius Melhem são muito conhecidos nas mesas, enquanto os ex-atletas Fernando Scherer, Maurren Maggi e Felipe Massa já fizeram aparições nas mesas de torneios relevantes no país.

A conexão do poker com as personalidades conhecidas se estende até para alguns ex-presidentes. Barack Obama, por exemplo, acostumava praticar esse esporte enquanto ainda era Senador do Estado de Illinois. Terry Link, que já foi colega de Obama, disse que o ex-presidente dos Estados Unidos gostava de disputar o poker com uma mente analítica e que blefava com certa frequência.

Presidente entre os anos de 1969 a 1974, Richard Nixon também gostava de praticar a modalidade, principalmente a five-card — uma variação conhecida das cartas. Outros mais antigos, como Dwight D. Eisenhower, Harry Truman, Franklin D. Roosevelt e vários outros eram adeptos ao poker.

A ascensão do poker veio para ficar e, como se trata de uma modalidade a nível global, é provável que cada vez mais as celebridades do cinema e grandes esportistas de outros esportes se aventurem nas cartas.

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.