no

Abutre-barbudo, a ave que se alimenta de ossos

Inicialmente quando vi uma foto do abutre-barbudo vermelho achei que era obra de alguém no photoshop, de tão majestoso que é, mas para minha surpresa essa ave existe mesmo e é muito curiosa.

NoRsASa

O abutre-barbudo (Gypaetus barbatus), também conhecido como quebra-ossos, é um animal das montanhas. Eles vivem em diferentes picos da Espanha, Tibete, norte da África, Etiópia e oeste da China. E olha a curiosidade: já registraram presença dessa espécie vivendo a 7.300 metros de altura no Evereste, onde devem se aproveitar dos cadáveres dos alpinistas que não conseguiram sobreviver.

Por incrível que pareça, o quebra-ossos tem esse nome por ser a única espécie a se alimentar quase exclusivamente de ossos. Eles aproveitam a medula óssea , fonte enorme de proteína que acaba não sendo aproveitada pelos outros animais. Detalhe: são as únicas aves especializadas nesse tipo de alimento.

Outro fato interessante sobre essa espécie é que possuem pelagem no pescoço, diferente dos outros abutres, como na foto abaixo. Isso se deve ao fato de que, como se alimentam de ossos, não precisam enfiar a cabeça na carcaça. Eta bichinhos espertos!

abutres

Mas aí você me pergunta: mas como eles fazem para engolir/digerir ossos? Que doidera! Pois é, meu caro leitor, para nós é muito estranho, mas saca só esse vídeo:

O esôfago e papo dessa ave são como elásticos preparados para ingestão de ossos razoavelmente pequenos. Ossos grandes, como fêmur, exigem uma técnica especial. Eles carregam com os pés até uma superfície dura e solta o osso lá, fazendo ele se quebrar em vários pedaços. Aí pousam e a refeição está pronta! Mas se você acha que essa é uma tarefa fácil, está enganado: alguns abutres jovens podem levar 7 anos para aprender tal façanha (é preciso saber como e onde jogar os ossos). Já a digestão fica por conta do potente suco gástrico no estômago.

A ave de grande porte atinge até 13kg e medem cerca de 1 metro. A envergadura (comprimento das asas) chega a 3 metros.

ae1 ae2 ae3

É por essas e outras que sempre digo: a natureza é mesmo algo formidável!

O que você acha?

Written by Bruno Eugênio

Comentários

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Como um americano preguiçoso corta sua grama

A caligrafia mais perfeita que você já viu