no

Mulheres fazem cinema: 5 filmes com diretoras

mulheres fazem cinema
mulheres fazem cinema

Mulheres fazem cinema

Nós ainda estamos na semana do dia da mulher. Por isso, acho que vale lembrar os trabalhos femininos. Hoje vamos lembrar de filmes que mostram que mulheres fazem cinema. Quais você já assistiu?

Mulheres fazem cinema desde o começo. A história pode ter esquecido algumas diretoras. Entretanto, isso não significa que elas não sejam parte da criação cinematográfica. Inclusive, algumas diretoras esquecidas criaram técnicas que são utilizadas até hoje. 

Leia também: Dia da mulher: 5 livros incríveis escritos por mulheres

Por isso, hoje em dia se fala cada vez mais sobre o assunto. Afinal, nós precisamos valorizar também o trabalho dessas mulheres. 

Na nossa lista nós só vamos colocar filmes relativamente novos. Mas não se esqueça nunca que mulheres fazem cinema desde sempre!

As sufragistas – Sarah Gavron

Sufrágio é o direito ao voto. Há o sufrágio universal que é o direito ao voto de todas as pessoas. Mas o movimento sufragista foi o que lutou pelo direito ao voto feminino. Essa luta começou na Inglaterra e isso é contado no filme “As Sufragistas”.

Lançado em 2015, a obra mostra como essas mulheres foram oprimidas. Além disso, nos mostra os meios utilizados por elas para conseguir votar! 

Como nossos pais – Laís Bodanzky

Laís Bodanzky é um dos grandes nomes do cinema nacional. Em “Como nossos pais”, ela nos apresenta a história de uma mulher que deseja ser perfeita em tudo o que faz. Ela quer ser uma boa mãe, amante, profissional e filha. Entretanto, ela acaba se sentindo pressionada por todas as suas atividades. 

Aliás, ela se sente muito oprimida pelas duas gerações que a cercam em sua família!

As virgens suicidas – Sofia Coppola 

“As virgens suicidas” marca a estreia de Sofia Coppola como diretora. Baseado em um livro de Jeffrey Eugenides, a obra conta a história das cinco irmãs Lisbon. Elas vivem nos anos 70 em uma vizinhança cheia de meninos que são obcecados por elas. 

Entretanto, as meninas Lisbon são muito reprimidas dentro de casa. O que é ainda mais grave nos Estados Unidos da década de 70 – momento de maior liberdade moral e sexual. 

Lady Bird – Greta Gerwig

Lady Bird é um filme de 2017. Nesta obra nós somos apresentados a uma jovem de 17 anos que se auto nomeou Lady Bird. Ela não se dá muito bem com a mãe e, por isso, foca seus esforços em sair de casa. 

Além disso, o filme nos mostra o ponto de vista de uma adolescente que está enfrentando muitas coisas ao mesmo tempo. Ou seja, a escola, o primeiro namorado, as brigas em casa. 

Psicopata Americano – Mary Harron

Patrick Bateman é um homem lindo, em forma e excelente profissional. Em ascensão na carreira e em um relacionamento sério com uma bela  mulher, ele parece viver o sonho americano. Entretanto, o homem tem uma vida dupla. 

Esse homem acima de suspeitas é perfeito de dia, mas um assassino cruel a noite. O psicopata se dedica aos assassinatos com muito empenho e isso vai mudar sua vida.

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Pequenos hábitos que vão te ajudar a relaxar.

Por que é tão difícil manter o foco?