Followers

Entendendo o comportamento dos gatos

27 mar, 2014
2183 Views
12 Comments

Gatos têm jeitos super diferentes de demonstrar suas afeições por humanos, comparado ao cachorro. É muito fácil de entender o comportamento canino, porque a linguagem corporal, aparentemente, é mais clara para nós. Quando nos tornamos donos de gatos, passamos, praticamente, a ler nas entrelinhas. Eles são seres mais difíceis de lidar/agradar, então cada detalhe é importante para entender seu comportamento.

Rolando de costas: geralmente gatos ficam nessa posição quando estão se sentindo extremamente confortáveis com a sua presença. Também pode significar que ele está querendo chamar sua atenção para uma brincadeira.

Piscando os olhos: quando piscam lentamente, há quem diga que estão te “beijando com os olhos”. Piscadelas rápidas indicam contentamento.

Bumbum levantado de lado: se essa posição for feita junto com leves cabeçadinhas em você, ele está te dando um “Oi” super afetivo.

Dormindo em posição de bola: gatos são animais que retém muito calor, então essa posição é para manter a temperatura do seu corpo.

Afofando: ainda pequenos, o ato de afofar a mãe estimula a produção de leite. Especialistas dizem que, depois de adultos, esse comportamento é uma espécie de nostalgia. Sempre que seu gato amassar pãozinho em você, sinta-se especial, porque eles só fazem isso em quem confiam!

Sentado em formato de pão: essa posição conserva a temperatura do corpo, além de fazer com que o gato se sinta seguro.

Yoga felino: é só mais uma das posições estranhas que gatos fazem para manter sua higiene pessoal em dia.

Barriga pra cima: se sentir seguro é muito importante para um gato. Quando ele fica de barriga para cima, está demonstrando sua vulnerabilidade e praticamente dizendo “ei, eu confio em você!”

Cadê?: gatos são ótimos ninjas! Vira e mexe eles se escondem pela casa, mas não é nada para temer, eles querem apenas tirar um cochilo sossegado.

Olhando para o nada: esqueça a história de que gatos podem ver espíritos, só porque às vezes ficam olhando para o nada como se estivesse visto alguma coisa que, provavelmente, te assustaria. Como eles têm a audição, olfato e visão super aguçados, podem estar observando uma mosca ou uma poeira.

Mordidas de amor: há mordiscadinhas de afeto e mordidas de euforia. Quando eu um gato teima em te morder na orelha, por exemplo, é porque ele está querendo dizer “Cara, você é demais”. Quando mordem enquanto brincam, é só o jeitinho de se expressar. Gatos normalmente não sabem brincar sem apelar.

Sentar no seu notebook, no seu colo, no modem: eles adoram ficar quentinhos, quer lugares melhores que esses? Gatos também são os reis da casa, portanto acham que podem se instalar em qualquer lugar que está tudo bem.

Balançando o bumbum pra cima: 3, 2, 1… atacar!

A verdade é que, depois de ter gatos, você se torna um louco apaixonado por esses peludos. Como não se identificar com eles?!

 

[Vi lá no Caixa Pretta]

 

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.