no ,

Dicas para melhorar suas relações sociais

Melhorar as relações sociais é um objetivo a ser alcançado por grande parte da sociedade, e as motivações que levam a querer que gostem de nós são as mais variadas.

Conquistar novos amigos, novos relacionamentos amorosos ou melhorar as relações de trabalho…

Seja qual for o motivo pelo qual você busca melhorar sua comunicação para as pessoas gostarem de você, existem dicas que não falham e funcionam de maneira geral.

Estudos recentes apontam que a melhor estratégia para desenvolver boas relações é ser você mesmo, para que assim as pessoas gostem de você de uma maneira natural.

Mas, existem hábitos e habilidades que podemos buscar desenvolver e assim nos tornarmos pessoas melhores e mais queridas.

Seja positivo

Atitudes positivas podem ajudar a nos tornarmos mais queridos.

Esperar sempre o melhor das pessoas é uma atitude positiva que pode te ajudar a cativá-las.

Isso porque quando estamos livres de medos e tensões ao conhecer alguém novo,

a chance desse primeiro contato ser agradável e recíproco é maior.

Outra dica importante sobre atitudes positivas é buscar sempre encontrar pontos para serem elogiados, tanto nas relações pessoais como nas de trabalho.

Elogiar as ações e atos das pessoas acaba passando uma imagem positiva e acolhedora, o que faz com que gostem mais você.

É preciso lembrar sempre que o oposto também é válido,

e quando você é uma pessoa negativa que coloca as pessoas para baixo, a sua imagem consequentemente será negativa.

Goste de você mesmo

A sua relação com você mesmo é extremamente importante quando se trata de fazer com que os outros gostem de você.

Quando temos uma boa relação com nós mesmos,

se torna mais fácil fazermos autocríticas e enxergarmos onde precisamos melhorar em nossas relações com os outros.

 Enxergar nossos defeitos e buscar estar sempre de bom humor, ou minimamente ser agradável,

são pontos que trabalhamos em nós e se refletem diretamente no quanto somos queridos pelas outras pessoas.

Estabelecer essa boa relação com você mesmo pode não ser fácil,

mas ao aumentar seu amor próprio e seu autocuidado com toda certeza as pessoas irão gostar mais de você.

Ter empatia é chave para que gostem de você

Ter empatia é o ato de se colocar no lugar do outro e assim buscar entender o que ele está passando e sentindo.

Parece simples, mas se colocar no lugar do outro requer estar disposto

a abandonar nossas próprias emoções e pensamentos para melhor compreender o que a outra pessoa está sentindo.

Ou seja, quando gostamos de alguém e desejamos que esse sentimento seja recíproco,

o que precisamos fazer é buscar agir com empatia e compreensão.

Ser empático ajuda a cativar as pessoas, afinal, todos nós gostamos de nos sentir compreendidos.

Não seja quem você não é para que gostem de você

Nós gostamos de pessoas autênticas, nas quais podemos sentir verdade.

Então, agir de maneira contrária, além de contraditório, é cair na armadilha de ser quem você não é.

Buscar por aprovação e por conta disso se tornar alguém sem personalidade e sem opinião própria pode acontecer.

E nesse caso, acabamos passando uma imagem negativa para queríamos agradar.

Ser verdadeiro com sigo mesmo e buscar a constante mudança

e evolução nos seus atos e atitudes é a maneira mais efetiva de fazer com que os outros gostem de você.

Afinal, ser agradável e querido com os outros não deve ser um estratégia externa para agradar,

e sim uma estratégia de mudança interna que vai te tornar uma pessoa melhor e por isso mais querida e amada.

Sentir que precisa de ajuda para concretizar esse objetivo, não hesite em buscar um profissional da área de psicologia,

assim ele vai poder te orientar e tornar mais fácil e menos doloroso esse processo de mudança. 

O que você acha?

Written by Lua Koepsel

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
CONVENÇÕES SOCIAIS

Convenções Sociais: rapaz mostra que as questões de gênero são inventadas

Filhos

Filhos: provas hilárias de que criar uma criança exige paciência