no

Dia nacional do livro: 6 obras nacionais para conhecer

Dia nacional do livro
Dia nacional do livro

O dia nacional do livro é celebrado no dia 29 de outubro. Por isso, nós decidimos separar algumas obras brasileiras para você poder aproveitar a data. Vamos ver a nossa lista?

Muitas pessoas não se sentem atraídas pelos livros nacionais. Mas eu garanto que elas podem se surpreender com a leitura dos mesmos.

O dia nacional do livro foi determinado em 1810 para celebrar a construção da primeira biblioteca brasileira, a Real Biblioteca, localizada no Rio de Janeiro. Até hoje a biblioteca é considerada como uma das mais bonitas do mundo. Portanto, é um daqueles pontos turísticos que você não pode deixar de conhecer. 

O Dia nacional do livro é celebrado no mesmo dia em que a biblioteca nacional foi inaugurada no Brasil.

Na lista de hoje nós vamos falar sobre clássicos na literatura nacional, mas também de obras contemporâneas. Espero que você goste!

Leia mais: Livros infantojuvenis: presentes para crianças

Quais dessas obras você já leu?

Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis

Para começar vamos falar de uma obra nacional que é sucesso mundial. 

Machado de Assis é um dos  autores brasileiros mais reconhecido no exterior. Neste ano “Memórias Póstumas de Brás Cubas ” foi reeditado em inglês e as vendas esgotaram em poucas horas.

Memórias Póstumas de Brás Cubas foi reeditado em inglês

“Ao verme que primeiro roeu as frias carnes do meu cadáver dedico como saudosa lembrança estas memórias póstumas.”

É com essa dedicatória que a obra se inicia. A premissa é simples: Brás Cubas resolve contar suas memórias em um livro. Porém se trata de uma escrita póstuma, pois ele escreve depois de morto.

Com a escrita marcante de Machado é um daqueles livros fundamentais.

Dia nacional do livro

Aos meus Amigos – Maria Adelaide Amaral

Maria Adelaide Amaral é muito conhecida por suas novelas e minisséries da Globo. Mas ela também é autora de livros e um dos mais marcantes é o “Aos meus amigos”. O livro foi adaptado pela própria autora para a minissérie “Queridos Amigos”, exibida em 2008.

Aos meus amigos fala sobre amizade e gira em torno de um leito de morte. O ano é 1889, o Brasil está fervendo com as eleições, a volta da democracia e um grupo de amigos precisa se reencontrar depois de muitos anos. O motivo? O suicídio de um deles. 

Como lidar quando um membro do grupo, um grande amigo, decide que a vida acabou?

Jantar Secreto – Raphael Montes

Raphael Montes pode estar muito conhecido atualmente pela série da Netflix “Bom dia, Verônica”. Entretanto, há muito tempo ele deixa as pessoas com o coração na mão ao ler suas histórias. 

Dia nacional do livro

Para quem é fã de suspenses, as obras de Montes são uma boa pedida. No caso de “Jantar secreto” nós somos apresentados a um grupo de jovens que sai do Paraná com o intuito de ir viver no Rio de Janeiro. Sem dinheiro, os amigos decidem realizar jantares secretos para a elite carioca. Só pode entrar quem for convidado e eles só convidam quem realmente tem um bom poder aquisitivo. 

Mas eles acabam se envolvendo em redes criminosas e isso revela que eles podem ser realmente pessoas ruins. De uma forma como eles jamais imaginaram. 

Essa gente – Chico Buarque

Lançado em 2019, este é o livro mais recente do autor.

Essa gente é um livro escrito em formato de diário. Nesta obra conhecemos Duarte, um autor que fez muito sucesso, mas hoje se encontra em uma posição não tão confortável. Ele está bem perto da decadência e o motivo é que ele não sabe mais o que escrever. 

Como era de se esperar, Chico Buarque também não deixa de falar das feridas sociais do Rio de Janeiro atual. Misturando situações ficcionais com aspectos reais facilmente reconhecidos pelo leitor, Chico nos entrega uma bela obra. 

Holocausto Brasileiro – Daniela Arbex

Para quem gosta de livros históricos, nós podemos recomendar o livro da jornalista Daniela Arbex. Holocausto Brasileiro relata histórias do Centro Hospitalar Psiquiátrico de Barbacena. 

Muita gente não sabe, mas mais de 60 mil internos morreram em Barbacena. Além disso, muitas pessoas tiveram suas vidas destruídas. Boa parte dos internos sequer tinha problemas psiquiátricos. 

Por muitos anos o local foi utilizado como espaço para se livrar de pessoas que não eram queridas como: moças solteiras que perderam a virgindade, amantes grávidas, homossexuais, prostitutas, vítimas de abuso sexual, tímidos, mendigos etc.  

Dois Irmãos – Milton Hatoum

Dia nacional do livro

Dois irmãos se passa em Manaus e é uma história sobre como as relações familiares podem se corroer. A obra também foi adaptada para minissérie da Globo. 

Yaqub e Omar são irmãos gêmeos, eles vivem com a mãe, o pai e a irmã. Mas eles não se dão bem e as relações familiares se desgastam cada vez mais no decorrer da história. O narrador é filho da empregada e ele narra tudo o que testemunhou naquela casa, pensando se algum dos homens que viveram ali pode ser seu pai. 

O que você acha?

Comentários

Deixe uma Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Cães percebem que girassóis são saborosos

Artista cria esculturas de animais com sucata