no

Alguns dos jogos clássicos mais divertidos da década de 1990

Photo by Flickr

A década de 1990 foi marcante para a história dos videogames em diversos contextos, principalmente nos quesitos diversão e personagens icônicos. Levando em conta que naquela época ainda não havia recursos de gráficos ultrarrealistas que a indústria de games atual possui, os jogos de uma maneira geral tinham um enfoque maior em personagens divertidos e em outros elementos que favoreciam o entretenimento, como trilhas sonoras alegres. O gênero de plataforma – Mario é o grande exemplo – dominava a indústria.

O console Super Nintendo marcou época em parte da década de 1990
Photo by Wikimedia
O console Super Nintendo marcou época em parte da década de 1990

Além disso, muitos jogos dos anos 1990 não perderam o seu charme com o passar das décadas, pois carregam com eles características originais e oferecem aos jogadores o que a grande maioria deles procura em um videogame: diversão.

Alguns jogos, como os esportivos, “envelheceram mal” porque suas contrapartes atuais têm melhor jogabilidade e gráficos.

Mas os clássicos… Ah, esses permanecem tão divertidos como eram em 1993. Sendo assim, separamos quatro games daquela época que se encaixam exatamente nesse perfil.

Super Mario World (1990) – Super Nintendo

Um dos maiores clássicos de todos tempos, Super Mario World é o jogo mais vendido da história do Super Nintendo e também tem importante papel na popularização do formato 16 bits no início da década de 1990 e da transição do NES para o SNES.

Seu grande sucesso também deve ser creditado por sua própria criatividade sem limites, que elevou o potencial da franquia Super Mario. Era como uma versão mais poderosa e polida de Super Mario Bros. 3 (NES). Com uma jogabilidade mais fluida em relação aos três lançamentos anteriores da série e uma composição de elementos inéditos, Super Mario World dá um tom ainda mais divertido para a franquia naquela época.

Como o jogo apresenta muitos caminhos alternativos para explorar as fases do jogo e diferentes desafios para explorar, o game tem o seu lado desafiante e até hoje é jogado por públicos de todas as faixas de idade. Em 2017, a Nintendo lançou uma nova versão do console Super Nintendo com 21 jogos, o Super NES Classic Edition, e um dos games que acompanham o console é Super Mario World.

Mortal Kombat (1992) – Super Nintendo, Mega Drive e Master System

Clássico jogo do gênero de lutas e um dos mais divertidos para os jogadores da década de 1990, Mortal Kombat faz parte de um dos cinco maiores power-ups na história dos games. O jogo da Midway Games conquistou uma legião de fãs com os seus “fatalities” bem humorados e jogabilidade diferenciada para a época.

A franquia tomou tamanha proporção que, três anos mais tarde, o jogo ganhou uma adaptação para o cinema e arrecadou US$ 122 milhões de dólares em bilheteria. Além disso, mesmo com a evolução tecnológica que vieram em consoles posteriores ao Super Nintendo, Mega Drive e Master System, Mortal Kombat nunca perdeu a sua essência de propor diversão aos jogadores. O gênero de luta, aliás, nunca teve a popularidade no ambiente 3D (PlayStation, Nintendo 64 em diante) do que tinha na geração 16 bits, 2D.

“A jogabilidade é o que mais importa. Não importa se seu jogo é bonito ou avançado: se ele não for divertido de jogar, ele não terá sucesso”, disse Hans Lo, produtor responsável por Mortal Kombat X, em entrevista para o jornalista Bruno Capelas em 2014.

Crash Bandicoot (1996) — Playstation 1

Desenvolvido pela Naughty Dog – que ficaria famosa por Uncharted e The Last of Us na geração atual – e publicado pela Sony, Crash Bandicoot é um dos primeiros jogos de sucesso do gênero aventura para o PlayStation 1. O estilo divertido em gráficos em 3D e uma dinâmica no gameplay que não era vista nos consoles que antecederam o PlayStation fizeram com que Crash Bandicoot vendesse aproximadamente 7 milhões de cópias. Se a Sega tinha o Sonic e a Nintendo tinha Mario, Crash foi o mascote que “deu cara” ao console da Sony.

O jogo carrega um ar icônico e muito divertido com fases no estilo runner. O personagem Crash, o marsupial mais carismático dos games, ganhou muita popularidade em meados da década de 1990, principalmente no Japão.

Com o sucesso de vendas no primeiro lançamento da série, a franquia se expandiu e lançou mais dois jogos da série para o primeiro console da Sony: Crash Bandicoot 2: Cortex Strikes Back e Crash Bandicoot 3: Warped. Porém, a franquia perdeu força após a saída da Naughty Dog no desenvolvimento do jogo em 1999. Em 2017, a Sony lançou para Playstation 4 uma versão remasterizada com os três primeiros lançamentos da franquia.

The Legend of Zelda: Ocarina of Time (1998) – Nintendo 64

The Legend of Zelda: Ocarina of Time é o quinto jogo da consagrada franquia The Legend of Zelda. Lançado para Nintendo 64 no fim da década de 1990, Ocarina of Time é recheado de ação e aventura com elementos de RPG em um vasto cenário, impulsionado pelo os gráficos em 3D que marcavam presença pela primeira vez em um jogo da franquia.

Além disso, foram introduzidas características que mudariam o rumo dos jogos de aventura em 3D para sempre, como botões sensíveis ao gameplay e um sistema de mira fixa, a “mira-Z”, que permite que o personagem principal, Link, mantenha o foco em objetos ou inimigos no cenário do game.

Considerado pelo site especializado Metacritic como um dos melhores jogos de todos os tempos, vale destacar que Ocarina of Time vendeu 10 milhões de cópias em todo o mundo. Além disso, após o sucesso no Nintendo 64, o jogou ganhou novas adaptações para consoles posteriores da empresa japonesa, como Nintendo GameCube, Wii e Wii U.

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Fatos aleatórios que irão aumentar seu QI ou explodir sua mente!

Fofos animais e suas diferentes formas de tomar sol