no ,

A quarentena e nossa relação com as redes sociais

Durante o período de isolamento social nós passamos a criar uma relação mais estreita e diferente com as redes sociais.

O que já era um hábito e parte da nossa rotina acabou se tornando um dos únicos meios de manter contato com outras pessoas e tentar de alguma forma nos distrair em um período tão difícil. 

Agora é febre!

Não foi atoa que o Tiktok passou de uma rede social não tão usada para um dos maiores veículos de produção e consumo de conteúdo na quarentena.

Também aumentou o consumo outras redes sociais como o Instagram e o Twitter.

Mostrando que ao não poder sair de casa e encontrar os amigos acabamos buscando

alternativas digitais que nos trouxesse a sensação de estar fazendo parte de um grupo.

As danças e desafio nas redes sociais se tornaram uma febre, justamente por nos trazerem esse sentimento de estar fazendo a mesma coisa que muitas outras pessoas

e por isso, estarmos pertencendo a um grupo, mesmo que digitalmente.

O que é natural e instintivo do ser humano. 

A relação com as redes sociais

Mas, essa relação que acabamos estabelecendo com as redes sociais pode ter também um lado negativo.

Ao estarmos o tempo todo buscando insaciavelmente consumir um conteúdo que substituirá nossas relações sociais, podemos nos perder e criar tanto uma pressão nas

pessoas que produzem esse conteúdo quanto um vício em nós mesmos. 

Por isso, é importante pensarmos sobre como estamos administrando a nossa relação com as redes sociais e o consumo dos conteúdos que estão nelas.

Sem esquecer que as pessoas que produzem este conteúdo, muitas vezes, estão nos mostrando suas vidas e seu dia-a-dia.

E que ao contrário de uma novela ou série, não são atores interpretando papéis e sim

seres humanos como nós, que compartilham um pedaço de sua realidade conosco.

Pensando nisso, não devemos então ter uma alta demanda desse conteúdo ou até mesmo expressar opiniões grosseiras sobre o conteúdo mostrado, porque afinal de

contas, a vida de outra pessoa. 

Estabelecer uma relação saudável e positiva com as redes sociais é ainda mais importante neste momento em que vivemos, então tente consumir coisas que te fazem bem.

Motive-se!

motivação

Siga perfis que te motivem que te tragam sensações positivas e que te inspirem. Conteúdos que te fazem se sentir estagnado ou te colocam para baixo não precisam ser consumidos, não é mesmo?!

4 dicas para começar a mudança hoje

Busque conhecer perfis de pessoas que tem uma vida parecida com a sua, assim você consegue se sentir mais identificado e por isso mais estimulado por aquele conteúdo. 

Aprenda que assim como na vida real, nas redes sociais também existem pessoas tóxicas e pessoas legais e que você precisa estar atento para isso.

Busque fazer do seu perfil nas redes o reflexo da sua casa, onde você só deve manter e colocar coisas que te fazem se sentir bem e identificado boa parte do tempo. 

Nossa relação com as redes sociais pode ser muito positiva e trazer bons retornos para nossa vida pessoal, só depende de nós fazer isso acontecer. 

O que você acha?

Written by Lua Koepsel

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0
férias em casa

Férias em casa: o que fazer?

Pôsteres Pin-up: Heróis de uma maneira jamais vista