Followers

5 erros de tradução que causaram confusões enormes

09 maio, 2019
2056 Views

Um bom tradutor precisa ter a capacidade de interpretar o que foi dito e traduzir de forma com que faça sentido para as pessoas.

Mas se isso não acontece… o resultado pode ser confusão na certa!

Eva foi criada da costela de Adão?

7 Erros de tradutores que mudaram a vida de pessoas e até mesmo a história da humanidade                                                                  © Wikimedia

“Pois mais fácil é passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus”

7 Erros de tradutores que mudaram a vida de pessoas e até mesmo a história da humanidade                                                  © Depositphotos © Depositphotos
Mais uma vez, a bíblia se torna alvo dos erros de tradução… A famosa frase de Jesus “Pois mais fácil é passar um camelo pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus”. As pessoas tentaram encontrar sentido nesta frase, mas a verdade é que o tradutor confundiu as palavras kamelos, que significa ’camelo’, e kamilos, que significa ’corda’. Por isso, seria mais correto dizer: “Pois mais fácil é passar uma corda pelo fundo de uma agulha, do que entrar um rico no reino de Deus”.

Ilhas ‘Canárias’

7 Erros de tradutores que mudaram a vida de pessoas e até mesmo a história da humanidade                                                                 © Pexels © Pixabay

Pode ser um erro comum pensar que as Ilhas Canárias receberam este nome por causa dos canários que vivem lá. Mas a verdade é que o arquipélago tem esse nome pela grande quantidade de cachorros que lá havia, selvagens e domésticos. O nome vem do latim Canariae Insulae, que literalmente significa “ilhas caninas”.

Tratado de Waitangi

7 Erros de tradutores que mudaram a vida de pessoas e até mesmo a história da humanidade                                                                   © Wikimedia

Em 1840, os britânicos assinaram um acordo com as tribos maori para que a Nova Zelândia fosse administrada pela Grã-Bretanha. Esse tratado era considerado a base para a criação do país. Ele foi escrito originalmente em inglês e traduzido em apenas uma noite por um missionário local. O texto em maori continha uma grande quantidade de erros em relação ao original, inclusive algumas partes contraditórias. Os moradores locais aceitaram as condições sem prestar atenção no conteúdo.

Depois de que as duas partes assinaram o acordo, os colonos obtiveram o controle total sobre os aborígenes, e o direito para vender as suas terras, que não estava no documento traduzido. Os maori, bastante irritados, organizaram lutas armadas e foram reprimidos pelas autoridades locais, que afirmaram que eles não estavam respeitando o contrato. No final do século XIX, as autoridades da Nova Zelândia decidiram que os documentos não tinham validade de acordo com a lei.

Uma palavra errada custou MUITO caro

Em 1980, o espanhol Willy Ramírez foi transferido para um hospital americano. O paciente estava em estado grave, mas a sua família não podia explicar o que havia acontecido porque não falava inglês. Willy tinha sofrido uma intoxicação alimentar. Um dos funcionários da clínica traduziu do espanhol a palavra ’intoxicado’ como ’intoxicated’, termo que, em inglês, é usado quando uma pessoa tomou uma grande quantidade de drogas ou de álcool.

Com esse diagnóstico incorreto, os médicos receitaram um tratamento que causou uma série de complicações e uma paralisia nas extremidades do corpo do paciente. Mais tarde, o hospital precisou pagar um valor equivalente a 280 milhões de reais por esse erro.

E você, já passou por algum problema relacionado com uma tradução mal feita? Conte nos comentários!

Foto de abertura Wikimedia

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.