no , ,

5 Cenas de filmes famosos inspiradas em obras arte

O cinema, sendo considerada a sétima arte, nos inspira e faz vibrar com suas histórias fascinantes que trazem referências da literatura, da música e até mesmo das artes plásticas.

E é observando a riqueza dessas referências que separamos algumas cenas de filmes que trazem como fonte de inspiração grandes obras de arte.

O menino de azul

O quadro “O menino de azul” (The blue boy) pintado por Thomas Gainsborough, em 1770, ganhou sua representação no filme “Django Livre” (2012), de Quentin Tarantino.

No quadro, O menino de azul é um jovem aristocrata deixando a adolescência pra se tornar um adulto.

Já na cena do filme de Tarantino, Django, representado por Jamie Fox, é um escravo liberto que está em busca de sua amada. 

Estudo para Lady Macbeth

Pintado por Gustave Moreau, em 1851, o quadro “Estudo para Lady Macbeth” (Study for Lady Macbeth), é referência para uma cena no filme “Carrie – A estranha” (1976).

O filme de terror que é baseado na obra de Stephen King traz esse quadro de Moreau como uma referência sombria e tenebrosa para a personagem. 

Frida

Dirigido por Julie Taymor, o filme “Frida” (2002), conta a história da grande pintora mexicana Frida Kahlo.

O filme traz vários elementos artísticos que remetem às obras da pintora, mas a cena mais famosa inspirada em um quadro de Frida é a que antecede o casamento.

Inspirada no quadro Frida e Diego Rivera, pintado em 1931, a cena retrata o casal de pintores lado a lado.

Eros e Psyche

A escultura feita por Gustav Vigeland, em 1908, retrata a imagem de Eros (o amor) e Psyche (a alma).

Essa escultura sensível que nos passa o sentimento de fragilidade é retratada em uma cena do filme “História de um casamento” (2019), de Noah Baumbach, que conta a história da separação de um casal em uma perspectiva realista e frágil.

O Beijo

A famosa obra de arte pintada por Gustav Klimt em 1908, “O beijo”, é inspiração para uma cena no filme “Ilha do medo” (2010). 

O quadro que traz um brilho sensual retratado em um mosaico bizantino,  ganha sua representação no filme de Martin Scorsese com toda a sua beleza, sensualidade e delicadeza.

Esses são alguns exemplos de como as artes plásticas, a pintura e a escultura, inspiram diretores de cinema e completam suas obras com referências sutis, mas de grande profundidade

Se você é um amante de arte ou de cinema, brinque de encontrar as referências nos filmes, você vai se surpreender.

O que você acha?

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0

Artista ilustra músicas, e você vai querer escutá-las

15 motivos para não deixar seu dog brincar na lama