2 jul

Estupro e consentimento explicados em 7 ilustrações

Imagens Tirinhas

Em todos os lugares do mundo a violência sexual é a mesma: a culpa, na grande maioria dos casos, recai sobre a vítima e não sobre o agressor. Acontece que essa cultura ridícula de menosprezo pelas mulheres está cada vez perdendo mais forças graças aos esforços sem medidas das mulheres e homens que lutam por direito e respeito.

Frases como “Ela estava com a roupa curta, ela queria”, ou então “Ninguém mandou andar sozinha na rua”, ou talvez “Tem mulher que gosta disso” são ditas inúmeras vezes para justificar estupros e violências sexuais e fazer com que toda a culpa pelo “consentimento” recaia sobre elas. Não, isso está errado e precisa mudar. Nos EUA, 47% dos estupradores são amigos ou conhecidos das vítimas, aqui no Brasil não é diferente.

A quadrinista Alli Kirkham publicou no site Everyday Feminism, 7 quadrinhos que mostram situações do dia a dia onde explica a ideia de “consentimento”, para aqueles que se recusam a pensar sobre o assunto:

1) Você tem que ficar até o fim…

1

2) Você disse que eu podia fazer isso…2

3) Você disse que gostava…3

4) Você disse que queria…asd

5) Você é minha esposa e esse é o seu dever…5

6) Você me deve isso…6

7) Você pediu por isso…7