Durante a velhice as pessoas deveriam ser acolhidas e cercadas de amor, mas muitas vezes isso não acontece. Quando o espanhol Alberto Cabanes foi visitar o seu avô em um lar de idosos, conheceu um outro residente do local. Bernardo era um senhor que não tinha filhos e o grande desejo era “ter netos” para visitá-lo no Natal.

1 2

E então surgiu a ideia do projeto “Adote um Avô” que visa trazer companhia e alegria para milhares de idosos que vivem em asilos sem receber a visita de nenhum familiar.

2-1

O projeto conta já com 204 voluntários numa iniciativa que começou em Madrid, tendo depois sido implementado em várias outras cidades da Espanha. “Tive a sorte de ser criado pelos meus avós e de aprender com eles valores impagáveis. Ninguém merece estar só. E nos lares há muita solidão”, explicou Alberto ao El Mundo.

3

Para Alberto, estar perto dos idosos é uma oportunidade de aprender com toda a sua sabedoria e histórias.