Followers

9 animais esportistas

01 fev, 2010
121 Views
5 Comments

Você aí que está adiando o começo da academia, deixando o regime pra começar só na próxima segunda, indo no McDonald’s para almoçar e tomando Coca Zero pra disfarçar: tá na hora de aprender com os animais alguns hábitos saudáveis.

Esse é o bulldogue “Lyle” que participa até de campeonato de snowboard na cidade de Pasadena, Califórnia. Ele não se importa com seus pneuzinhos a mais.

O norte-americano Mike Schelin, de 41 anos, pilota uma moto de motocross com seu cão de estimação chamado Opee, de 8 anos de idade. Diz que quanto mais rápido, mais o seu cão gosta. O tal do Opee deve ficar desesperado e o cara achando que ele tá curtindo.

Esse pequeno animal chama-se Triton (merchan grátis?) e adora dar um rolê pelo zoológico de Johanesburgo com sua bola de futebol. Reza a lenda que ele recusa todas as leoas em troca da bola.

O treinador Koh Samui, da Tailândia, treinou seu elefante para conseguir encestar quantas bolas de basquete fosse preciso. O treinador não tinha nada melhor para fazer com seu tempo vago.

O papagaio “Gordo” é o mais famoso da lista e sempre que pode vai dar uma volta de skate em Baldwin Park, no estado da Califórnia. Você provavelmente já ouviu falar dele, se é desempregado e assiste TV demais.

Esse é o “Tillman“, um bulldogue lá dos Estados Unidos que foi coroado o animal skatista mais rápido do mundo. Impressão minha ou os bulldogues tem uma veia esportista?

A cadela “Jenny“, uma Pug lá dos Estados Unidos também adora passar pela pista de obstáculos e andar de skate. Os americanos criam seus animais pra serem estrelas do Youtube, né?

O cão chamado “Cowboy” é extremamente esperto: sabe jogar basquete, futebol, ajuda o dono com seu trabalho pegando qualquer ferramenta que ele precisar. E é dos Estados Unidos, que surpresa.

Esse periquito faz sucesso na internet e no Youtube por dois fatos: ele sabe jogar basquete usando uma escada (bela merda) e jogar mini-mini-golfe. Não se sabe de onde ele é, mas você provavelmente já tem condição de chutar um país.

Os comentários são via Facebook, e é preciso estar logado para comentar. Os comentários são inteiramente de sua responsabilidade. Você será banido caso comente algo racista, incite o ódio gratuito ou poste spam.