Misturas! Quem não gosta? Aposto que quando você era criança você misturava tudo que podia: guaraná com coca, batata frita com sorvete, vitamina de banana com almoço, etc. Sim, eu sei do seu segredo.

E quando adulto, as pessoas que ainda têm vontade de misturar as coisas viram o quê? Se tornam biólogos capazes de manipular os genes dos animais e criar coisas estranhíssimas. Mas muito legais, é só começar a ler.

1- Zégua ou Zebróide


– Fruto do relacionamento bizarro de uma zebra fêmea e um cavalo.

– São normalmente difíceis de se domar.


– Parece foto manipulada por Photoshop, mas não é. Só tirei algumas celulites.

– Essa Zebróide da foto chama-se Eclyse e é uma das colorações mais distintas entre essa subespécie.


Como todos os equinos mestiços, a Zégua ou Zebróide, não consegue cruzar e dar a luz a um filho, pois é estéril. Apesar disso, o cruzamento entre éguas e zebras é comum na África, onde fazem isso a muitos anos.


Apesar dos Zebróides serem difíceis de lidar, eles tem o corpo perfeito para a montaria, mas é quase impossível de se achar equipamentos para ele. Noralmente só fazendo na mão mesmo pra sair dando um rolê com um.

2- Saarlooswolfhond ou Cão Lobo


– Eu já imaginava como seria o fruto desse cruzamento desde criança: um pastor alemão com uma loba.

– Eles são imunes a maioria das doenças de cães comuns.


– Como os lobos, essa raça híbrida é cuidadosa e reservada. E te acorda todo dia com uivos, provavelmente.

– “Eu quero um, comofas?” – Ele é bem raro e custa normalmente mais de $2.000 dólares. Ainda quer?


Ao contrário do que naturalmente se pensaria – que ele é violento por ter um parentesco selvagem – o Saarlooswolfhond é tranquilo e já foi muito usado em resgates e também de cão para ajuda de idosos e cegos.


Como essa raça é grande, com 80cm, e muito musculosa, ela só é recomendada para criadores experientes, pois se não for adequadamente adestrado, diz que pode ser imprevisível. Leia-se ele pode assassinar sua família enquanto dorme.

3- Tigon


– Seus papais são nada mais nada menos que uma leoa e um tigre.

– Eles não conseguem ultrapassar o tamanho de seus pais por causa do gene inibidor da leoa.


– Quando a fêmea é uma tigresa (não tem gene inibidor), o resultado é um Ligre (lista antiga), um enorme felino que cresce descontroladamente.

– A aparência do Tigon é a de um Tigre com algum traço de juba e com o rajado quase inexistente.

Há dois híbridos de grandes felinos com Tigre e Leão: O Ligre, mais famoso, e o Tigon, mais desconhecido. Isso se deve ao fato de que as leoas não dão sinais suficientes para que o Tigre macho entenda que ela tá afim de um sexo selvagem. Então não tem muito deles por aí.


As leoas transmitem sinais sutis de que querem acasalar, e por isso o Leão tem uma sensibilidade maior a esse tipo de sinal. Por essa razão, ele não tem problema algum ao chegar numa Tigresa na hora do vamovê e fazer um monstro: o Ligre.

4- Gato Savannah


– Cruzamento entre o Serval Africano e o gato doméstico. Diferente do Ashera Cat® da lista dos animais de estimação mais caros do mundo.

– Os gatos são altos e esbeltos, mas isso depende de quão longe é da primeira geração (do quanto você quer gastar, pois a primeira é mais cara).


– A coloração dos seus pêlos é praticamente a mesma de um leopardo.

– Eles são extremamente populares nos EUA como animais de estimação. Entre os que cagam dólares.


Nos Estados Unidos, a galera procura esses gatos por causa da sua relação direta com o selvagem Serval Africano, com a ilusão de que estão comprando um mini-Leopardo. Não basta uma Ferrari para compensar o tamanho do peruzinho?


Os Savannahs podem se reproduzir com gatos domésticos, mas naturalmente será uma raça mestiça e sem valor algum no mercado. Ele também irá perder um importante traço dos Savannahs: eles tem o comportamento de um cão leal, e podem andar na rua de coleira por causa do seu tamanho.

5Beefalo


– É o resultado de encontro amoroso entre a vaca e o búfalo.

– A carne dele tem menos gordura e colesterol do que a carne vermelha comum.


– Foi uma criação dos EUA, onde quiseram combinar as melhores características das duas espécies.

– O resultado foi um sucesso, mas infelizmente é uma carne muito cara e pouquíssimos restaurantes adquiriram. E todos são norte-americanos.


Comer mais e engordar menos é o sonho de qualquer pessoa em sã consciência, e é exatamente aí que os Beefalos ganharam espaço no mercado. Magina um churrasco de Beefalo regado com muita cerveja, e ainda engordar metade do que o normal? Eu topo.


Além de o Beefalo ter uma carne mais saudável que a vaca comum ou o búfalo americano, dizem também que a carne é mais saborosa e tenra. Claro, propaganda é a alma do negócio, mas que eu queria experimentar, eu queria.

Veja também 5 diferentes animais da neve.