Se você conhecer algum desses animais, espero que você seja biólogo, caso contrário você tem sérios problemas e seu futuro provavelmente é ser um blogueiro-biólogo-frustrado.

Deixando o pessimismo de lado, comece a ler essa lista e não esqueça de ver os vídeos, tão fodas! (menos o da formiga, porque o câmera man tem mal de parkinson).

1- Carangueijo-decorador (Cyclocoeloma tuberculata)

– Tem dois objetivos na vida: viver tempo suficiente para passar seu gene pra frente e ser absolutamente fabuloso.

– Ele escaneia o chão do mar para achar acessórios para se vestir e ficar lin-do-de-mor-rer.

– O Carangueijo-decorador tem exoesqueleto com grande aderência (tipo velcro) e gruda qualquer coisa em seu corpo para se misturar com o ambiente.

– Ele normalmente põe partes de anêmonas mortas em seu corpo, mas pode adaptar qualquer coisa. Qualquer mesmo.

Se o Carangueijo-carnaval, digo decorador, sentir qualquer sinal de perigo, ele irá ficar completamente congelado e aos olhos do predador ele vira só mais um item do cenário.

E eu sei o que você está pensando: a gente pode botar vários Carangueijos-decoradores em um tanque de água, jogar uma caixa de jóias e assistir os coitados se transformando em Drag-queens? Claro que podemos:

Carangueijos-decoradores adoram uma festa.


2- Formiga-tartaruga (Cephalotes varians)

– Ao contrário do comportamento violento de algumas formigas já postadas no blog, essa joga só na defensiva.

– Elas são praticamente portas-vivas, usam sua cabeça para fechar o caminho para invasores.

– São bem preguiçosas e fazem seu ninho em buracos já existentes em árvores.

– As mais cabeçudas são usadas como plugs e deixam apenas seus companheiros entrarem e sairem.

Há várias formigas do gênero Cephalotes e são todas blindadas, tipo uma formiga mini-craque motherfucker mesmo. Tá pra nascer um inseto que consiga penetrar nas defesas do ninho de uma Cephalote.

Esse câmera-man dos infernos tem a estabilidade de um pinguim dançando balé.

3- Mosca de olhos alongados (Teleopsis dalmanni)

– Existe outras moscas com olhos alongados, mas essa tem o maior entre todas.

– Seus olhos são tão alongados que dificultam sua percepção de profundidade e distância.

– Agora você está se perguntando qual a razão de ter olhos tão grandes se nem servem pra enxergar? Eles tem um propósito muito mais nobre: sexo.

– Dois machos chegam a ficar frente a frente para que a fêmea compare quem tem o maior…. olho.

A Mosca de olhos alongados é considerada uma criatura-fóssil. Significa que ela está por aí faz pelo menos mais tempo que aquela sua bisavó de nome engraçado que você nunca lembra.

Essa criatura ainda infla seus olhos assim que sai do casulo e acha um lugar seguro para isso. Ela irá fazer bolhas de ar na cabeça e forçá-las em seus olhos. Quanto maior for, mais a fêmea vai curtir. Sacou?

Dá pra ver as bolhas indo para a cabeça, realmente fantástico.


4- Polvo-véu

– Também chamado de Polvo-cobertor, é o animal não-microscópico que mais apresenta diferença entre macho e fêmea.

– Isso porque o polvo macho mede 2,4cm e a fêmea mede 2m. Mas na horizontal, é tudo igual. -n

– O Polvo-véu não usa tinta para se proteger, usa algo muito mais interessante.

– Ele basicamente expõe uma membrana gigante que se abre e o faz parecer o dobro do que realmente é.

Essa espécie também desenvolveu uma total imunidade contra veneno de água-viva e caravelas do mar e consegue amedrontar metade da vida marinha ao virar um pássaro-fantasma-nadador. (vide vídeo)

O macho vive sua vida toda a espera de uma Polvinha charmosa para inseminar com seu tentáculo. Sério, ele espele o esperma pelo tentáculo. Imagina se hom…. deixa pra lá.

Dá uma olhada na cara de surpresa da japa.


5- Peixe-bruxa (Eptatretus goliath)

– É o único ser vivo que tem um crânio, mas não tem uma espinha dorsal.

– Seu objetivo na vida é enojar seu predador até que ele perca a fome.

– O Peixe-bruxa produz uma gosma que se multiplica em contato com água. Apenas algumas gotas dessa gosma é capaz de transformar um tanque de água em uma geléia nojenta.

– Essa gosma não é normal. Ela contém micro-fibras, o que resulta em algo duradouro, elástico e extremamente difícil de se remover. Tipo uma sogra, manja?

Assim que o Peixe-bruxa se sente ameaçado, ele solta essa famigerada gosma e transforma tudo a sua volta em uma geléia nojenta que nenhum predador se arrisca a entrar.

Uma pessoa esperta estaria pensando agora: “E porque esse bicho não sufoca na própria gosma?”, e eu mato sua curiosidade. Assim que o perigo vai embora o Peixe-bruxa faz um nó com seu próprio corpo e depois o desfaz passando por todo comprimento do corpo, e assim tira gosma.

Olha o estrago que um pouco de gosma faz. Deu até sede. #NOT

Veja também Os 5 seres mais fortes do mundo em relação a seu tamanho.